(2ª Semana) Resumo Semanal – 09/09 à 13/09.

SEGUNDA FEIRA:

Na beira do barranco, Miguel diz a Mia que Celina a adora enquanto ela não perde a chance de humilhar a garota. Mia, chorando, pede que não faça nada contra ela. Miguel a solta dizendo que nunca pisou uma em barata e não começará agora. Tomás, pensando que Miguel contou o que aconteceu com Diego, tenta golpeá-lo. Diego pede a Miguel que durante a noite o acompanhe e o ajude a dar uma lição nos rapazes que o agrediram. Mia diz a Celina que não disse nada contra ela mas também não a defendeu e pede perdão por seu comportamento. Diego e Tomás tentam fugir do colégio para dar uma lição nos agressores mas são impedidos pelo pai de Diego que diz ter recebido um telefonema anônimo dizendo o que eles pretendiam fazer. Ele diz que vai denunciar o instrutor por acobertar a loucura que seu filho pretendia fazer e promete mandar para a cadeia o garoto que o agrediu. Celina pede a Mia e Vick que a ajudem a fazer com que Miguel se declare e a beije. Alma critica Roberta por ter contado a Miguel que tem silicone nos seios. Vick, Mia e Celina se assustam ao perceberem que alguém entrou no quarto. 

TERÇA FEIRA:

Franco entra no quarto de Mia, Vick e Celina e diz que recebeu um fax avisando que Mia está muito deprimida. Mia critica o pai que, por uma bobagem, tenha cancelado suas férias. E lembra que já sofre bastante por não ter mãe. Alma se despede de Mauro e diz que Roberta não o encontre quando acordar. Franco encontra Miguel, diz que o admira muito e que sonha em fazer uma grande carreira e chegar a ser tão vitorioso quanto ele. Franco diz a Miguel que peça um cartão seu a Mia e se algum dia precisar de alguma coisa não hesite em procurá-lo. Mia diz a Diego que não entende como ele, tem tudo o que quer, e ainda precisa da bebida para ser feliz. Josy diz a Roberta que ela passa o tempo todo criticando sua mãe e não é capaz de reconhecer suas virtudes. Diego, Mia e Celina discutem com Roberta e tentam fazer com que ela se sinta mal mas responde que prefere estar entre vedetes, que ganham a vida trabalhando do que entre corruptos. Vick recebe um bilhete anônimo dizendo que Mia e Diego estavam se beijando. Diego, Mia e Giovanni chegam a conclusão de que Roberta é a responsável pelos bilhetes anônimos. 

QUARTA FEIRA:

Miguel diz para Celina que eles se dão muito bem, mas entenderá se ela não quiser ser sua namorada. Celina, eufórica aceita o pedido de Miguel e nem acredita que o garoto mais bonito do colégio seja seu namorado. Roberta diz ao diretor que beijou Mauro por impulso e seria injusto se ele o demitisse pois ele não teve culpa de nada. Diego diz a Mia que não suporta Roberta. Os rapazes saem para um passeio de lancha e, sem que ninguém perceba, Diego empurra Roberta. Ela cai na água mas Miguel a salva. Roberta comenta com Josy e Lupita que Diego a empurrou e jura que vai se vingar. Lupita sugere que ela conte ao diretor o que aconteceu mas Roberta diz que não é uma delatora. Roberta ameaça jogar a guitarra de Diego no lago caso ele não lhe confesse que a empurrou de propósito. Ele não admite e ela cumpre o que prometeu. Pilar lê um bilhete anônimo. 

QUINTA FEIRA:

Roberta finge estar doente para que a mãe a tire do colégio. Mia pede ao pai que lhe dê uma foto de sua mãe. Alma diz a Roberta que mentiu ao diretor para poder tirá-la do colégio, por isso, o mínimo que pode fazer é explicar por qual motivo quis sair. Diego tenta assustar Roberta. Leon chega nesse momento e Roberta diz que cuidará de seu filhinho. Lupita comenta com sua tia, Mayra ,que as garotas do colégio não a aceitam e confessa que nem ela mesmo se aceita. Pilar diz a Giavanni que não é nada fácil entrar no colégio Elite e muito menos se relacionar com os alunos veteranos. Nico insulta Miguel e os dois se atracam. Miguel empurra Nico que cai e perde a consciência. 

SEXTA FEIRA:

Apavorado, Miguel tenta reanimar Nico. Pilar diz a Giovanni que Diego nunca o aceitará em sua turma e só o usará quando lhe for conveniente. Roberta diz a Lupita que não entende porque ela quer trocar de quarto. Lupita explica que gosta muito dela e tinha medo que Diego lhe fizesse mal. Roberta pede desculpas a Lupita, pede que tentem ser boas amigas e continuem dividindo o mesmo quarto. Diego esconde sua carteira entre as coisas de Roberta e ela é acusada de ladra. O diretor recebe um telefonema dizendo que Diego é alcoólatra. Furioso, ele dá uma bofetada no aluno e diz que vai contar tudo a seu pai. Miguel devolve o relógio a Celina. Tomás afirma para o diretor que viu Roberta saindo do quarto de Diego e que ela escondia algo. Leon chega ao colégio e, diante de todos, diz para Diego que se continuar assim vai interná-lo em um colégio militar.

Advertisements

Maite Perroni dar entrevista para a gravadora do "Eclipse de Luna".

Maite lançou recentemente o seu primeiro CD solo, o “Eclipse de Luna” pela Warner Music Mexico e concedeu uma entrevista para a gravadora. Veja abaixo:

Como foi a decisão de colocar em pausa sua carreira como atriz e começar sua carreira musical?
Minha decisão de começar a carreira musical nunca dependeu de uma decisão de colocar em pausa minha carreira como atriz, na verdade são coisas totalmente independentes. Simplesmente é que no momento em que decido comprometer-me com o meu disco, cabia a mim dedicar o tempo necessário para que as coisas acontecessem da melhor maneira, mas nunca foi uma decisão que dependia da outra. É simplesmente uma consequência do tempo que foi necessário para poder fazer o Eclipse de Luna.

Por que Nova Iorque e por que Koko Stambuk?

Bem, gravar em Nova Iorque foi uma consequência da decisão que tomamos ao decidir que Koko seria o produtor do disco. Há muito tempo eu já tinha o plano de ir à Los Angeles para estudar e na hora que tivemos a oportunidade de ir fazer o disco em Nova Iorque, eu decidi por conta própria ficar muitos meses mais do que o planejado para poder ter aulas e me preparar mais. E isso me permitiu estar próxima de todo o processo de produção e, desta forma, pude me envolver do início ao final de toda a gravação do disco.
O que foi que você mais gostou?
A experiência em si. Foi uma experiência enriquecedora, um processo muito interessante, um total desafio, mas também uma emoção que me permite focar toda minha energia e atenção para que as coisas aconteçam da melhor maneira e, realmente, o único que espero é poder conectar com as pessoas, com o público, e que eles gostem do que estamos propondo.
Por que o gênero?
O gênero é porque me agrada. Realmente não há nenhuma pretensão a mais do que aproveita a música. E a música latina sempre me agradou, por isso o disco é uma fusão de diferentes gêneros, não é só a bachata, há muitas outras forma de interpretar, muitos outros sons e fusões interessantes. E o resultado final é este, mas é porque me agrada, não há nenhuma outra explicação.
O vídeo, a coreografia, as aulas de dança…
O vídeo foi filmado na cidade de Nova Iorque, nas ruas do Brooklyn e em alguns sets que foram montados neste bairro, é um vídeo que estamos contando a história de “Tú y Yo”, mas realmente está mais focado em apresentar o que é a bachata. E, desta maneira, dancei com o Fausto Félix, que foi o bailarino que fez o favor de me emprestar o seu talento e sua presença para poder realizar esta coreografia. A coreografia foi montada em Danza 3, aqui na Cidade do México, junto com Erick e Rafa, que são os coreógrafos. E fomos três dias antes da gravação ensaiar com o Fausto em Nova York, para pôr em prática tudo o que havíamos preparado, para poder fazer o melhor no vídeo.
Experiência memorável desde tempo…
Tudo tem sido memorável, desde o início até o dia de hoje o processo tem sido muito enriquecedor e permitiu me redescobri nesta etapa. Definitivamente é um desafio, um avanço e é um grande compromisso que tenho com o público e comigo mesma para levar isto adiante.
Qual é a sua canção favorita do disco?
Me dá trabalho escolher só uma, porque na verdade eu gosto de muitas músicas. Acredito que depende muito de sentir o humor que estou neste momento ou das emoções que estão passando por mim, porque há dias em que escuto o disco e que gosto mais de alguns temas e em outros dias estou mais romântica. Depende do que está acontecendo e do que escolho escutar, mas acredito que é um bom disco no geral.
Fonte: MaiteMVP.com